A teoria da justiça de Rawls e o socialismo atualizado de Honneth

crítica e contraponto ao neoliberalismo

  • Richardson Xavier Brant

Resumo

Este texto pretende discutir algumas características do Estado liberal tratadas na obra de John Rawls. Passa-se pela compreensão do Estado no liberalismo clássico, no neoliberalismo e depois ao exame de alguns pontos da revisão teórica do socialismo feita por Axel Honneth. São abordados alguns aspectos da teoria neoliberal acerca do papel do Estado, principalmente a abstenção no implemento de políticas públicas intervencionistas, no objetivo de correção de desigualdades sociais. Na obra de John Rawls, especificamente em Uma teoria da justiça, busca-se identificar as bases da proposta de um Estado interventor cuja virtude maior seria promover um ideal de justiça como equidade. Nessa proposta, para além da busca de equilíbrio entre igualdade e liberdade de todos os cidadãos, e uma distribuição equânime de bens públicos primários, seria tarefa do Estado assumir o objetivo de distribuir os bens primários de maneira desigual como medida para compensar os menos favorecidos. 

Publicado
Out 9, 2023
##submission.howToCite##
XAVIER BRANT, Richardson. A teoria da justiça de Rawls e o socialismo atualizado de Honneth. Revista Amagis Jurídica, [S.l.], v. 13, n. 1, p. 357-402, out. 2023. ISSN 2674-8908. Disponível em: <https://revista.amagis.com.br/index.php/amagis-juridica/article/view/272>. Acesso em: 04 mar. 2024.
Seção
Artigos